Inauguração de obra da prefeitura termina em confusão na Capital


Andreia Fontes /Repórter MT

Uma inauguração de obra no bairro Pedra 90, em Cuiabá, na manhã desta quarta-feira (11), terminou em confusão e agressão. Vídeo encaminhado por um internauta ao mostra um líder comunitário agredindo uma pessoa com socos.

O vídeo não mostra como a confusão teve início. 

As imagens não mostram Emanuel Pinheiro envolvido nas agressões. Ele aparece caminhando em direção ao carro da prefeitura e deixa o local.

O AGRESSOR

O agressor é o líder comunitário Marcos Baiano, que disputou uma eleição a deputado federal em 2010 pelo PTB e já chegou a ser preso pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) acusado de tráfico de drogas. Ele é presidente da Associação dos Moradores do bairro Pedra 90.

O AGREDIDO

O homem que foi agredido é Paulo Lourenzon. Em entrevista ao programa Balança MT, da TV Cidade Verde, Paulo afirmou que apenas queria fazer uma pergunta ao prefeito. Afirma que teve dois celulares quebrados, um deles no valor de R$ 3 mil.

"Só queria questionar o prefeito porque esqueceu do meu bairro todo esse tempo, onde moro desde os meus 6 anos, e agora em época de eleição vem para fazer lançamento de obra".

Lourenzon relata que não foi agressivo ou faltou com o respeito ao prefeito em momento algum. Diz que primeiro foi empurrado por um outro aliado de Pinheiro, identificado como Neno, caindo em cima de uma caixa de som. Em seguida, Baiano teria partido para cima dele tentando acertá-lo com um murro, mas que conseguiu desviar. "Vou judicializar isso". 

Em sua rede social, Paulo aparece em fotos ao lado do vereador cassado na semana passada, Abílio Júnior, e há diversas outras postagens envolvendo o prefeito Emanuel Pinheiro, como essa ao lado.

OUTRO LADO

Por meio de nota, a prefeitura de Cuiabá disse lamentar a confusão e que não compactua com situações que impliquem violência.

Leia a nota na íntegra:

A Prefeitura de Cuiabá lamenta o registro de confusão durante lançamento de obras de recapeamento no bairro Nova Esperança, na manhã de hoje (11),

Imperativo esclarecer que a Prefeitura de Cuiabá não compactua com situações que impliquem em violência e sempre irá primar pelo respeito e o direito de manifestação,

Por fim, reafirma que não jamais coadunaria ou estimularia o debate que não seja alicerçado no debate e livre diálogo.


Postar um comentário

0 Comentários