MOSTRANDO AS GARRAS: Vereador do G7 usa o Sintsproeste para fazer pedido ao prefeito e nem cita o nome do presidente do sindicato.

 

 
 Da Redação

O Presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público de Rosário Oeste – Sintsproeste, Sr. Joacy Inácio se reuniu com o Prefeito de Rosário Oeste Alex Berto (Solidariedade) e o Vereador George Ribeiro (PSC) na manhã desta sexta-feira (23/04/2021) para entregar ao prefeito o resultado das lutas do Sindicato Sintsproeste na busca pelo RGA dos servidores.

Atrelado a isso o vereador George Ribeiro, vendo potencial de marketing entre os servidores com o pedido, somou à indicação um pedido para que o Executivo Municipal pudesse ampliar a margem de consignável dos servidores prefeitura para 40%.

Fato inusitado é que o pedido foi entregue; mas como é prática comum ao G7, somente o vereador George Ribeiro foi citado na matéria escrita por ele e divulgada pela Câmara Municipal, tirando os créditos do presidente do sindicato que também lutou pela implantação do RGA.

Vale lembrar que o G7 é o grupo que foi criado no inicio do ano entre os vereadores que tinham o lema de renovação, para levar o vereador Amilson Neponoceno (Solidariedade) à presidência da Câmara Municipal tendo o vereador George Ribeiro como vice. O plano deu certo, mas de lá para cá, nada mais de concreto se fez em nome do tal G7, somente que foram até a Capital Federal Brasília, custeados pelo contribuinte, para passear, tirar fotos com parlamentares e trazer mais coronavírus para Rosário Oeste.

Se for aceito pelo Prefeito Alex, que prometeu avaliar a reivindicação, serão beneficiados os servidores ativos, pensionistas e aposentados da prefeitura que terão aplicados aos seus vencimentos o RGA referente os anos de 2019,2020 e 2021.

Paralelo a isso também será aumentado de 30 para 40% a margem consignável para que os servidores possam fazer empréstimos bancários em bancos locais e amenizar os transtornos causados pela pandêmica do novo coronavírus covid-19, conforme argumenta o texto da indicação.

Apesar da jogada política de fazer bonito com o chapéu alheio, quem vai ganhar se a indicação for aceita pelo prefeito, serão os servidores municipais que não recebem o RGA há pelo menos 3 anos.

Postar um comentário

0 Comentários