Família tenta arrecadar quase R$ 200 mil para tratamento de mulher com câncer



Gazeta Digital


Moradora de Cuiabá, Neide de Oliveira Barros, 45 anos, foi diagnosticada há algumas semanas com um câncer agressivo no fígado. Com a descoberta da doença, veio a lista de remédios, cujo orçamento para 3 meses é de quase R$ 200 mil.

Diante do alto valor dos medicamentos indicados pelo médico, dos quais os mais caros não estão disponíveis pelo SUS, a família de Neide iniciou a arrecadação voluntária de fundos para o tratamento.

Uma das ações levantadas pela família é a realização de uma rifa, na qual uma cesta de cosméticos é o prêmio disponível, cujos cupons para concorrer são vendidos a R$ 15.

Outra iniciativa é um torneio de futebol society que será realizado em Rosário Oeste no dia 18, em que o prêmio principal é no valor de mil reais.

Com o dinheiro levantado nas ações, a família busca o valor necessário para iniciar ao menos o primeiro mês do tratamento. Conforme explicado por Lauro Ourives, esposo de Neide, o custo mensal dos remédios é de R$ 66.448,55.

Na lista dos remédios, os mais caros são Avastin 400 ml, orçado em R$ 10.362,17, e Tecentriq, de R$ 42.293,40.

Descoberta

A descoberta da doença veio de forma inesperada. Com uma forte dor no peito, no início de maio, Neide procurou um hospital e foi encaminhada para um gastroenterologista.

No especialista, a mulher foi recomendada a realizar mais exames, com suspeita de pedra na vesícula. Contudo, em contato com um amigo da família que é oncologista veio a confirmação de que se tratava de um câncer no fígado.

Pela complicação da doença, foi apontado pelo médico que não poderia ser realizada a cirurgia neste momento, dada a fragilidade do órgão. E, por conta disso, foi indicado o tratamento de ao menos 3 meses com os remédios.

A família estudou entrar na Justiça, mas, diante da demora do processo, que se desenrolaria em meses, optou por inicialmente levantar dinheiro por conta própria.

Desta forma, aquelas pessoas que quiserem ajudar na rifa ou realizando doações podem fazer transferências via PIX na chave 65984486151, na conta da filha de Neide, Nazlla Barros Ourives.

Postar um comentário

0 Comentários