Henrique Costa recupera controle da Accell em Americana-SP


NCC TV Web Com Informações do Todo Dia


Após uma longa briga judicial nos tribunais e ter passado também por um processo de análise na Junta Comercial Paulista, enfim chegou o fim a novela “mexicana” do desentendimento de parceria comercial internacional feita entre dois empresários, um brasil e outro mexicano, com algumas “cenas” no Brasil e que acabou tendo uma grande repercussão tanto na Imprensa dos “Los Hermanos” como na Imprensa Brasileira ao virar caso de polícia no México com “direito” a brigas judiciais intermináveis nos tribunais do Brasil e também na Corte Superior do México ( similar ao nosso STF).


Na última quinta – feira (14) ,esta história que teve como “plano de fundo” um “enredo” que facilmente poderia se tornar uma “inspiração” para alguma novela ou série mexicana com direito a traição entre amigos e ganância por poder e dinheiro chegou ao seu capítulo final. Nesta data o empresário brasileiro Henrique Gustavo da Costa foi reconhecido pela Junta Comercial do Estado de São Paulo como o único proprietário da Accell Soluções para Energia e Agua Ltda (no Brasil), que é referência internacional na prestação de serviços dentro destes segmentos e que tem unidades no Brasil, México, Chile e Argentina.

Henrique Gustavo era o representante legal no Brasil e administrador da Accell até o dia 14 de março deste ano corrente e quando ele era presidente da empresa sempre foi atuante como também sempre estava investindo em vários negócios para diversificar o portifólio de produtos do grupo empresarial em beneficio do negócio e sucessivamente acompanhava a produção dos funcionários na fábrica e nas demandas que os mesmos solicitavam.

Em resumo, o último capítulo da novela “Desacuerdo Comercial entre un brasileño y un Amigo Mexicano” chegou ao final com final feliz para o empresário brasileiro que conseguiu comprovar que houve fraude no quadro societário.

A decisão da Junta Comercial Paulista remove o administrador anterior de suas funções e recoloca Costa como principal controlador da marca, uma das principais no setor de gestão inteligente em serviços de água, energia, gás e em smart citie, sendo que já nesta sexta-feira (15), as atividades administrativas devem ser retomadas na sede da empresa em Americana, interior do estado de São Paulo.

A decisão remove o administrador anterior de suas funções e recoloca Costa como principal controlador da marca, uma das principais no setor de gestão inteligente em serviços de água, energia, gás e em smart cities.

Já nesta sexta-feira (15), as atividades administrativas devem ser retomadas na sede da empresa em Americana.


Costa disse reforçar a solidariedade com os funcionários por conta dos eventos dos últimos quatro meses - 137 foram demitidos, mas reintegrados pela Justiça nesta quinta-feira- e reafirmou o compromisso com "o retorno à estabilidade, ao crescimento e ao profissionalismo na condução dos negócios de uma das principais potências do setor de utilities no Brasil".










Postar um comentário

0 Comentários