Lideranças religiosas reforçam pedido de voto para Ane Borges à Câmara




A candidata à deputada federal Ane Borges (União) tem apoio de lideranças religiosas locais e nacionais para disputa à Câmara Federal. Uma bancada evangélica fortalecida em Brasília representa não só para Mato Grosso, mas para o país, uma forma de barrar projetos que são contrários à família e ameaçam aos valores cristãos.

O pastor Domingos Jardim da Primeira Igreja Batista (PIB) de Marília pediu aos eleitores e fieis que deem voto de confiança para a candidata a deputada federal, que é membro da Comunidade das Nações, em Sorriso.

"Quero sugerir como deputada federal Ane Borges 4466, nessa você pode confiar".

Outra pastor de renome nacional é Claudio Duarte, um dos mais influentes nas redes sociais, presidente do Conselho de Ministros do Estado do Rio de Janeiro (Comerj) e líder da Igreja Ministério Projeto Recomeçar.

"Eu também sou Ane Borges 4466. Em defesa dos nossos valores e de nossos princípios, eu indico, acredito e apoio a candidata a deputada federal Ane Borges".

O pastor Andre Junger, Comunidade das Nações de Sorriso e vice-presidente do Conselho de Pastores do município, também reiterou o apoio para a candidatura de Ane, pelos valores cristãos que ela defende.

"Ela sempre defendeu a causa da família, sempre defendeu os interesses do nosso povo, da nossa cidade. Ela tem conexões muito importantes em Brasília e poderá ajudar a nossa regiao, por isso, ela tem o meu voto".

Liberdade de culto

Ane Borges convoca a todos os fieis, líderes cristãos e pastores para combater o bom combate para evitar que a liberdade de culto no país seja ameçada como ocorre na Nicarágua, com o avanço de um agenda progressista.

"Nós vemos países como a Nicarágua, destruindo igrejas e prendendo líderes cristãos porque mergulharam em uma agenda progressista e nós não devemos deixar que se instale no país. Quero ser sua representante no Congresso Nacional e preciso da sua ajuda, para juntos, ser a voz de coragem e representando nossos principios, defendendo a nossa liberdade de culto e nos posicionar contra essas ideologias malignas que querem destruir nossas crianças e a nossa civilização. É tempo de nos posicionarmos como cristãos".

Postar um comentário

0 Comentários